São Paulo, BR: 11.12 - 10:22   /   Ohio, US: 11.12 - 07:22
24 de agosto de 2016

Josh Dun fala sobre seu começo humilde, alcance de recordes e o sucesso monstruoso do twenty one pilots

josh-dun-rex-Andrew-MacCollREXShutterstock-650-80

A Music Radar publicou uma entrevista com Josh Dun falando sobre seu início no mundo da música. Confira a tradução completa abaixo.

Apenas no caso de estarmos em dúvida sobre o mundo itinerante de Josh Dun, nós entendemos rapidamente sobre a agenda agitada do baterista do twenty one pilots, quando nos foi dito que a nossa entrevista por telefone seria adiada, enquanto ele não passasse pelo segurança do aeroporto.

Um artista lidando com entrevistas para a imprensa no momento em que chega em terra da última etapa de sua turnê mundial (neste caso, Josh acabou de voltar de show no Canadá) é admirável, mas também demonstra o tamanho turbilhão em que o baterista está atualmente.

Desde que juntou forças com o vocalista do Pilots, Tyler Joseph em 2011, Dun teve uma ascensão rápida, atingindo o auge no segundo álbum da banda, Blurryface, de 2015, vendendo três quartos de um milhão de unidades em menos de um ano. Stressed out , o terceiro single viciante do álbum, tem uma marca de cair o queixo, ouvido 250 milhões (e contando) no Spotify, e enquanto isso não pode ser traduzido a quantias em dinheiro que você pode pensar inicialmente, é justo dizer que a banda está fazendo algo certo.

Para Josh, sua jornada para a adoração por todo o mundo, que ele está experimentando agora começou com, hum … o trompete.

“Eu realmente não sei o que era sobre o trompete que eu amava, mas a igreja, que eu ia com meus pais quando estava crescendo, era tradicional, lá eles tinham uma orquestra com instrumentos de sopro e metais”, diz ele. “Por alguma razão eu estava sempre atraído pelo trompete.”

O avô de Josh, apaixonado por jazz, o levava para os shows quando grandes nomes do gênero estavam na cidade, permitindo que o jovem testemunhasse alguns shows deslumbrantes. Inspirado, Josh começou aulas de trompete na escola, mas olhando para trás, hoje ele admite que todo o processo de aprendizagem rígida eventualmente o deixou frio.

“Toquei trompete por três ou quatro anos e eu era bom nisso, embora nunca tivesse sido incrível”, ele admite.

“Eu comecei a ler e perto do final do meu tempo tocando trompete, percebi que tudo que eu realmente poderia fazer era ler as notas de uma folha de papel. Não havia nada realmente especial sobre isso para mim. Eu tinha aprendido uma maneira muito específica e eu não sabia como tirar isso e ser criativo e criar minhas próprias canções ou música, porque tudo o que eu tinha aprendido era como lê-lo.”

Aqui é quando a bateria entra em cena. Em busca de um instrumento que ele pudesse aprender sozinho, Josh voltou sua atenção para o instrumento.

“Eu me tornei realmente interessado em bateria e eu acho que foi importante para mim que eu ensinei a mim mesmo como tocar bateria, por causa dessa percepção de que alguém me ensinando a tocar um instrumento, em minha mente no momento, era meio que me proibir de ser criativo”, explica.

“Eu queria fazer isso eu mesmo e queria definir meu próprio estilo. Eu queria chegar a um lugar onde eu poderia criar minha própria maneira de tocar e não ter alguém me dizendo o que era o caminho certo e errado para tocar o instrumento.”

A maneira que Josh começou o auto ensino era devorando vídeo sobre vídeo de bateria, estudando e pegando cada batida até a última.

“Eu deitava na minha cama todas as noites com baquetas e batia em meus joelhos tentando descobrir o que eles estavam fazendo, tipo, ‘Ok, agora eles estão batendo no prato de condução, e agora é na caixa e agora no prato de ataque.’ Eu dissecava tudo o que eu via ou ouvia.”

“Todo dia eu ia a pé para a loja de música local e tocava a bateria eletrônica deles até que um dos trabalhadores chegar tipo, ‘Ei, nós temos pessoas aqui que realmente querem comprar coisas, então você tem que ir.’ Eu fiz isso por cerca de um ano e foi assim, essencialmente, como eu aprendi a tocar algumas batidas básicas “.

Comentários



5/10/2018 “TRENCH”: Lançamento de novo álbum, novo videoclipe e performance no AMAs "Trench" foi lançado nesta sexta-feira (05), e trouxe com ele o videoclipe da faixa "My Blood", um dos mais...

26/07/2018 De surpresa, twenty one pilots lança vídeo para “Nico And The Niners” Sem avisar ou dar sinais de que algo novo estava por vir, o twenty one pilots lança o vídeo para "Nico And...

13/07/2018 twenty one pilots quebra seu próprio recorde com “Jumpsuit” O twenty one pilots já quebrou um recorde com o vídeo de "Jumpsuit". A faixa, lançada junto com "Nico And...

13/07/2018 Em entrevista para Apple Music, Josh Dun fala sobre o novo disco e o hiato da banda Josh Dun concedeu uma entrevista para Hanuman Welch, do Beats 1, em que o falou sobre o processo de escrita do...

11/07/2018 twenty one pilots está de volta com duas novas faixas O silêncio acabou e o twenty one pilots está de volta! A banda liberou duas novas faixas - "Jumpsuit" e...

Assine a newsletter e receba conteúdos exclusivos, notícias e novidades antes de todo mundo.

Instagram