Significado do nome da banda

Tyler Joseph teve a ideia para o nome da banda enquanto estudava All My Sons de Arthur Miller, uma peça sobre um homem que se suicida após causar a morte de 21 pilotos durante a Segunda Guerra Mundial, porque ele conscientemente os enviou peças defeituosas para o bem de seu negócio. Tyler explica que essa história foi a inspiração para o nome da banda. “O engenheiro acaba enviando as peças defeituosas que causam a morte de vinte e um pilotos. Seu filho era um dos pilotos. Não havia nenhuma evidência para provar que ele estava diretamente relacionado, mas sua filha o culpava pela morte do irmão. Ele acabou cometendo suicídio no final da peça. Eu sinto que todos nós somos encurralados constantemente encontrando onde as decisões que beneficiam o agora vão ter consequências no amanhã, mas a decisão que pode parecer dura poderá ser a mais gratificante. Qual é o nosso propósito para tocar música? Estamos constantemente nos fazendo essa pergunta. A resposta pode mudar o tempo todo, mas por agora ficamos com algo tão simples como “queremos que as pessoas pensem.”, explica Tyler.

Estilo musical e influência

Twenty One Pilots apresenta um mix de piano (às vezes um teclado ou um keytar), sintetizador, bateria (também mixada com batidas eletrônicas em alguns momentos) e vocais. As suas músicas são à base de poesia (escritas por Tyler) e quando são muito longas, Tyler afirmou que ele precisa fazer raps para fazer a letra caber na música. As pessoas costumam ter dificuldades para definir um gênero musical para a banda, uma vez que as músicas passam por diversos gêneros. Porém, alguns fãs (e a própria banda, até certo ponto) os definem como “Schizophrenic Pop” (pop esquizofrênico), tecnicamente um subgênero não oficial do pop. Apesar de algumas das suas músicas conterem alusões ao Cristianismo e mensagens (mesmo que implícitas) sobre Deus, e de todos os membros da banda (passados e atuais) serem Cristãos, Twenty One Pilots não é considerada uma banda Cristã.

Outros projetos

Além do Twenty One Pilots, Tyler Joseph já teve um projeto solo com apenas um álbum chamado No Phun Intended, que ainda pode ser escutado no PureVolume do Joseph. Em 2010, Tyler fez uma participação na música “Live” do rapper cristão Jocef, juntamente com outros dois rappers (Juda e Alon). A música é a primeira faixa do álbum de estreia de Jocef, In Search Of: L.O.V.E. A música foi co-escrita por Tyler Joseph e Joseph Langston (nome verdadeiro do Jocef). Jocef retribuiu o favor um ano depois participando da música “Be Concerned” do Regional at Best, de 2011, do Twenty One Pilots. Tyler e Josh também contribuíram em algumas faixas para a New Albany Five14 Church.

Vessel

Ode to Sleep, Holding on to You, Car Radio, e Trees foram originalmente lançadas no seu álbum Regional at Best, com leves diferenças de produção. House of Gold foi lançada como faixa bônus no Regional at Best. Como as outras, a versão original tem leves diferenças do começo ao fim, comparada a sua versão encontrada no Vessel. Embora todas as faixas do Vessel que eram originalmente do Regional at Best possuam pequenas alterações e melhoras, as músicas Ode to Sleep, Car Radio, e Trees contém as mais notáveis mudanças: diferentes gravações no vocal e vários sons por toda a música Ode to Sleep, diferente estilo de discurso em Car Radio, e a falta do Vocoder – um sintetizador – em Trees.

Regional at Best

Em Kitchen Sink, o irmão mais novo de Tyler Joseph, Zack, faz um rap durante a ponte da música. A canção Ruby é sobre uma garota que ía na igreja de Tyler. Ela possuía uma síndrome, e inspirou Tyler na hora de compor a faixa.
De acordo com Zack Joseph, o pequeno menino na capa do álbum é ele, durante um jogo da pequena liga em sua juventude.

Twenty One Pilots – O Álbum

Este foi o único lançamento confirmado em que Nick Thomas e Chris Salih trabalharam, além de alguns de singles antes de saírem da banda. Depois do álbum de estréia todo o som e gênero musical da banda mudou profundamente, a partir de um som muito mais escuro para um som mais leve. As conotações espirituais e metáforas cristãs que foram encontrados ao longo da carreira musical da banda são vistos mais evidentemente no álbum de estréia do que em qualquer um de seus lançamentos seguintes. De acordo com Tyler Joseph, The Pantaloon, foi escrito sobre seu avô (que participa da capa de seu álbum de 2012, Vessel). Antes deste lançamento, o único trabalho publicado da banda era o seu CD demo original, que eles davam de graça em seus primeiros shows. A versão continha quatro músicas (três das quais podem ser encontrados em seu álbum auto-intitulado): Johhny Boy, Air Catcher, Time To Say Goodbye e Friend Please. Time To Say Goodbye tinha a pretensão de estar presente no álbum auto-intitulado, mas foi retirada no formato final devido a razões de direitos autorais (como a faixa apresenta partes da música Con te Partir de Andrea Bocelli). No entanto a mesma foi liberada mais tarde para download de graça na conta do SoundCloud da banda, embora a opção de download agora tenha sido cancelada.

JOSH DUN / baterista
@joshuadun
TYLER JOSEPH / vocalista
@tylerrjoseph

Instagram